Presidente da Federação Paulista, Reinaldo Carneiro Bastos poderá apoiar Ednaldo Rodrigues em nova eleição, que ainda será marcada

O presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, rejeitou assumir um cargo na CBF. A ideia era do interventor da CBF, José Perdiz de Jesus, para que assumisse o gerenciamento das Seleções Brasileiras. Além disso, Reinaldo ficaria à frente da candidatura do Brasil para a Copa do Mundo Feminina de 2027. O motivo é que Reinaldo quer participar das eleições, que deverão ser convocadas dentro de 30 dias, após o afastamento de Ednaldo Rodrigues.




Foto: Fabio Teixeira – Legenda: CBF segue com indefinições em meio a crise política / Jogada10

Aliás, Reinaldo Carneiro Bastos chegou a se posicionar em favor do próprio Ednaldo, caso ele venha como candidato. Embora destituído por conta de uma ação no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), ele poderá concorrer para assumir o cargo novamente. Até então, José Perdiz permanece como interventor nomeado pela Justiça.

Ednaldo Rodrigues perdeu o recurso ao qual apelou, nesta quarta-feira (13), no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Assim, ele só poderá voltar ao cargo de presidente caso se candidate e vença o novo pleito. Mas, para isso, precisará ter o apoio de pelo menos oito federações estaduais e, no mínimo, cinco clubes das Séries A e B do Brasileiro.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.



Source